quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Então tá, tchau.


Eu te vi, eu te escutei. Eu te quis. Eu me calei.
Eu me vi, eu me escondi. E eu amei, e desisti.
Eu não sei, eu já sei. Eu quis, e não era certo.
Eu tinha tanto pra dizer, eu devia tanto me calar.
Tenho tanto pra falar, não consigo mais dizer.

Chegou a hora de dizer, que tu não merece mais me ver.

E assim seria o final da história. Assim está sendo. Assim deve ser.

Me solta.